Correção de Fator de Potência

 

 

Em circuitos de corrente alternada (ca) puramente resistivos, as ondas de tensão e de corrente elétrica estão em fase, ou seja, mudando a sua polaridade no mesmo instante em cada ciclo. Quando cargas reativas estão presentes, tais como capacitores ou condensadores e indutores, o armazenamento de energia nessas cargas resulta em uma diferença de fase entre as ondas de tensão e corrente.

Uma vez que essa energia armazenada retorna para a fonte e não produz trabalho útil, um circuito com baixo fator de potência terá correntes elétricas maiores para realizar o mesmo trabalho do que um circuito com alto fator de potência. A correção do fator de potência através, principalmente, da instalação de capacitores tem sido alvo de muita atenção das áreas de projeto, manutenção e finanças de empresas interessadas em racionalizar o consumo de seus equipamentos elétricos.

Objetivando otimizar o uso da energia elétrica gerada no país, a ANEEL (agência nacional de energia elétrica), através do decreto nº 479 de 20 de março de 1992 estabeleceu que o fator de potência mínimo deve ser 0,92.

 

 

Entre os benefícios para sua empresa estão:

 

  • Melhoria de tensão

  • Redução das perdas

  • Redução no custo de energia

  • Aumento da capacidade dos equipamentos(transformadores)

  • Aumento da vida útil das instalações e equipamentos

  • Aumento da eficiência energética da empresa

 

 

Realizamos:

 

  • Análise de fator de potência

  • Dimensionamento de banco de capacitores

  • Programação de controladores

  • Montagem de quadros para correção de fator de potência

  • Instalação de banco de capacitores

  • Correção na entrada de energia de alta tensão

  • Correção na entrada de energia de baixa tensão

  • Correção por grupos de cargas

  • Correção localizada

  • Correção mista

 

Entregamos seu Banco de Capacitores instalado!